terça-feira, 28 de abril de 2009

O "gatilheiro" Quintino



O Blog diz "viva!" ao curta-metragem sobre a vida e morte de Quintino.

A iniciativa é louvável haja vista que a verdade acerca da história do "gatilheiro" merece vir à tona de modo a demonstrar que o direito de resistência pode ser buscado em situações extremas.

Aproveitamos para solicitar àqueles que detenham documentos e informações acerca da vida e história de Quintino para que porcurem a antropóloga Cláudia Kauwage, co-diretor do curta, pois existe a idéia de fazer um longa-metragem sobre o mesmo ícone da revoluções camponesas no Brasil.

3 comentários:

kau disse...

A produção do filme o gatilheiro agradeçe a noticia veiculada neste blog. estamos nos esforçando ao máximo para apresentar um otimo filme a sociedade. qualquer informação podem me contactar claudiakahwage@yahoo.com.br

Frank Braga Jrna disse...

Olá graça e paz, sou frank braga, um paraense escondido nos rincões do Mato grosso, tive o privilegio de conhecer o quintino meu pai era seu amigo particular e o quintino foi morto no sitio do meu tio que tinha o apelido naquela região de flor, meu pai até há alguns anos tinha uma foto do quintino comigo no colo pouco antes de ele morrer a foto era do final de 1984, meu pai mora em uma cidade do pará chamada igarapé açu e sabe muita coisa sobre o quintino e o meu tio ainda é vivo

Luiz Venicius disse...

Bom..NA Operação Que A Policia Vez Para Matar Quintino..Os Policiais Chegaram Até A Casa de Meu Avô que Ficava Perto Da Vila Nova..E Disseram que Tinham Vindo Pra Pegar Quintino..Os Policiais Pediram Para Deixar seus Carros Lah...e Formam em Um Caminhão do meu Avô até a vila Nova..onde meu pai que estava dirigindo o caminhão os deixou e voltou até a sua casa..Lá os policiais surpreenderam Quintino que estava em uma festa na casa de um morador..